Festejos acabam de forma trágica

sábado 26 setembro 57819 ações

Festejos acabam de forma trágica

Ontem à noite, no decorrer dos festejos da equipa vencedora do campeonato do Inatel de Lisboa, a mesma que foi levada ao colinho durante todo o campeonato, foi bem visível a incorreção de alguns adeptos. Nomeadamente alguns fanáticos fundamentalistas que se refugiaram na Pastelaria Doce Oiã 93, propriedade do maior chula da zona centro do país.
Os estragos foram evidentes, sendo de realçar o facto do exagero alcoólico estar na base do comportamento transveado destes adeptos. Segundo testemunhos locais, tratava-se de um homem alto, careca, com ar de gay e que trazia uma águia de tecido, outro era gordo que nem um chibo, cabeçudo e com pouco cabelo. O terceiro elemento, segundo fontes locais, foi mais comedido porque teve que sair mais cedo, equipava com camisola meia apaneleirada, trazia o cabelo sem gel e não tinha sede nenhuma.
Ainda em consonância com declarações recolhidas no local, o dono do estabelecimento era o pior. Teve mesmo que haver intervenção policial para o acalmar, obrigando a GNR local a mostrar-lhe o bastão e a levá-lo para o posto. Disseram ao nosso jornal que, nos calabouços da GNR ele foi acalmado à bastonada...no cu.
Mais uma vez aqui deixamos uma crônica isenta, onde a informação é relatada com base em factos reais e alguma semelhança com a realidade é pura ficção.


recomendado