Câmara de Ourém cobra "dízimo".

domingo 12 julho 10090 ações

Câmara de Ourém cobra

A câmara municipal de Ourém anunciou hoje que os munícipes serão obrigados a pagar uma taxa única de valor ainda a estipular, por ocasião da visita Papal deste ano.
O autarca, Paulo Fonseca esclarece que esta medida visa colmatar os enormes gastos do concelho, e mais concretamente na Freguesia de Fátima, derivados desta ocasião especial durante o corrente mês de maio.
- É justo, na medida em que o esforço envolvido na preparação do evento acarreta gastos avultados em que efectivamente só o sector do turismo e hotelaria sairá beneficiado. Desta forma há uma compensação ou redistribuição de capital pelo município. É uma taxa como outra qualquer. Refere o Vereador da cultura e solidariedade social.
A referida taxa será cobrada pelas finanças locais através da respectiva repartição de finanças, durante o mês de Junho.
Esta medida está a gerar uma enorme contestação junto da população, que ameaça manifestar-se e não pagar.
Um piloto de helicópteros, residente no concelho chegou inclusivamente a ameaçar largar quantidades massivas de fezes de cabra e ovelha, sob a forma de "caganitas" por todo o Santuário no dia 13 de maio, se esta medida se chegar a avançar.

Notícia em desenvolvimento.


recomendado